Declarações de Ricciardi em escutas fazem soar alarme a Madeira Rodrigues

Declarações de Ricciardi em escutas fazem soar alarme a Madeira Rodrigues

Candidato considera "muitíssimo graves" as declarações do banqueiro a sugerir que salvação do Sporting passa por perder a SAD. "Connosco os sócios vão continuar a mandar" assegura a candidato, enfatizando a importância das eleições de 4 de março à presidência do emblema de Alvalade.

Pedro Madeira Rodrigues pronunciou-se hoje, em visita ao Núcleo Sportinguista de Faro, sobre as declarações de José Maria Ricciardi, banqueiro que integra a comissão de honra de Bruno de Carvalho, publicadas no youtube este domingo, em que o ex-presidente do Haitong Bank e do BESI reportava que a única salvação para a SAD do Sporting passaria pela entrada de um investidor privado maioritário.

Madeira Rodrigues frisou: "É muito grave. Diria mesmo muitíssimo grave, é uma pessoa chegada ao atual presidente do Sporting... Agora começamos a perceber tudo... É uma pessoa que está aflita com a minha candidatura, que já me ameaçou processar. Portanto agora os sócios do Sporting vão começar a juntar os pontos e vão perceber o que se está a passar. Isso é da maior gravidade. As eleições sábado vão ser muito importantes para o Sporting Clube Portugal. Apelo a todos que estavam pensando em não o fazer, que venham votar, porque esta é uma decisão de saber se os sócios devem ou não mandar no Sporting. Connosco vão continuar a mandar. A pessoa eleita vai ser a pessoa máxima responsável pelo Sporting Clube Portugal e em relação ao outro lado temos as maiores dúvidas e suspeitas, mas irei ainda falar mais à tarde sobre isto." "Só há pouco é que tive acesso a este vídeo, mas estou muito preocupado com essa situação, mas também confesso que não me admira e tudo começa a fazer sentido", referiu ainda Madeira Rodrigues.