Conselho Diretivo pede "recato"

Clube emitiu um comunicado no qual também diz que a direção tem trabalhado diariamente em busca das melhores soluções.

O Sporting apelou aos adeptos para que ajudem a manter o "recato e tranquilidade" de jogadores e treinadores durante o período eleitoral que irá decidir a 23 de março os novos órgãos sociais leoninos. "O Conselho Diretivo do Sporting Clube de Portugal não pode deixar de alertar e apelar para que todos - sobretudo os sportinguistas - entendam a necessidade de recato e tranquilidade para todos os atletas e técnicos que representam o nosso Clube e lutam para o seu engrandecimento", lê-se em comunicado do clube de Alvalade publicado no seu sítio oficial na internet.

De acordo com o documento, o Conselho Diretivo tem "continuado o seu trabalho, procurando todos os dias as soluções que melhor sirvam os interesses do clube", depois de os órgãos sociais do Sporting se terem demitido em bloco a 4 de fevereiro e terem sido agendadas eleições para 23 de março. "Tem-se mantido, assim, indiferente à maledicência e à falta de solidariedade institucional, que mesmo nesta fase alguns continuam, lamentavelmente, a demonstrar", pode ler-se.