Claque do Sporting diz ter sido vítima de "repressão" no encontro com o Famalicão

Claque do Sporting diz ter sido vítima de "repressão" no encontro com o Famalicão

Juventude Leonina denunciou ainda o que considera ser "uma total desorganização".

A claque Juventude Leonina, de apoio ao Sporting, recorreu esta quarta-feira às redes sociais para garantir que foi alvo de "repressão" no encontro com o Famalicão, referente à fase de grupos da Taça da Liga e ganho pelo clube de Alvalade por 2-1.

"Fomos mais uma vez alvos de repressão, onde nos obrigaram a retirar panos com os símbolos do clube, mesmo na nossa própria casa. Curiosamente, vimos em outros setores do estádio, nomeadamente na bancada norte, panos idênticos que não foram alvos de qualquer repressão.", pode ler-se no Instagram.

A Juventude Leonina denuncia ainda o que considera ter sido "uma total desorganização na porta 7". "Temos também de falar, pelo segundo jogo consecutivo, de uma total desorganização na porta 7, com torniquetes avariados, ficando apenas dois torniquetes em funcionamento para milhares de pessoas, provocando uma enorme confusão e aglomeração de pessoas, com crianças e pessoas de idade metidas no meio da confusão. (...) As pessoas pagaram a sua Gamebox têm o direito de assistir ao jogo na integra. Será assim tão difícil resolver o problema?", surge escrito.