Caso do Túnel pode ser conhecido esta quarta-feira

Caso do Túnel pode ser conhecido esta quarta-feira

Bruno de Carvalho e Carlos Pinho, presidentes do Sporting e Arouca, respetivamente, podem ser sujeitos a castigos muito pesados

O Caso do Túnel pode ficar decidido esta quarta-feira no decurso da reunião do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol. Recorde-se que este "caso" reporta-se ao episódio ocorrido entre Bruno de Carvalho e Carlos Pinho depois do encontro entre Sporting e Arouca em Alvalade, a 6 de novembro.

Os castigos a aplicar podem ir de dois meses a dois anos a Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, que está acusado pela Comissão de Instrutores da Liga de uma infração disciplinar, e de 16 meses a 11 anos a Carlos Pinho, presidente do Arouca, este acusado de seis infrações disciplinares.

Bruno de Carvalho e Carlos Pinho já foram ouvidos pelo Conselho de Disciplina e José Manuel Meirim, presidente daquele órgão federativo, tinha prometido uma sentença em quinze dias, pelo que pode ser hoje.