"Bruno Fernandes? O United enganou-se e acabou por pagar o que nós queríamos"

"Bruno Fernandes? O United enganou-se e acabou por pagar o que nós queríamos"

Francisco Salgado Zenha, vice-presidente do Sporting, abordou a saída do internacional português para o Manchester United.

Foi na ponta final do mercado de janeiro que terminou a novela em redor da transferência de Bruno Fernandes. O médio deixou o Sporting e rumou ao Manchester United a troco de 55 milhões de euros, mais 25 milhões por objetivos, 10 dos quais relacionados com objetivos do clube inglês nas competições que disputa.

Este sábado, em entrevista ao semanário Expresso, Francisco Salgado Zenha, vice-presidente do Sporting para a área financeira, abordou o tema, explicando que os "red devils" enganaram-se ao pensar que o emblema de Alvalade poderia ceder por "um certo desespero" que pudesse transparecer a nível financeiro.

"O Sporting, tal como o Benfica e o FC Porto, é vendedor líquido de jogadores. E vai continuar a ser. O Bruno [Fernandes] teve de ser vendido porque também havia o interesse em contratar um avançado", começou por referir o dirigente leonino, prosseguindo:

"Apercebi-me nas negociações que o Manchester United estava convencido de que íamos ceder e que por 50 milhões de euros fazia o negócio. Pois bem, acabaram a pagar 65 milhões. (...) Enganaram-se [em relação ao eventual desespero do Sporting]. E acabaram por pagar o que nós queríamos. Fomos buscar mais 20 milhões do que se tivéssemos vendido há quatro meses", rematou Salgado Zenha.