Bruno César: duas propostas a caminho de Alvalade

Bruno César: duas propostas a caminho de Alvalade
Bruno Fernandes/Bruno Andrade

Tópicos

Aos 29 anos e com uma vida estável em Portugal, brasileiro só mudará caso se concretize um negócio vantajoso para todas as partes. Ao que O JOGO apurou, valores podem ir dos três aos seis milhões.

A liga turca está a chamar por Bruno César. Sabe O JOGO que o Trabzonspor e o Gençlerbirligi devem fazer chegar por estes dias propostas oficiais para levaram o brasileiro de Alvalade, sabendo de antemão que o Sporting só admite negociá-lo em definitivo.

Segundo foi possível apurar, é o Trabzonspor quem parece ter melhores condições para fechar negócio: querem comprar o passe do camisola 11, ao contrário do que acontece com o Gençlerbirligi, apenas disposto a avançar para um negócio de cedência temporária, ainda que remunerada.

Aos 29 anos e com a vida estabilizada em Portugal, Bruno César partilha a posição do Sporting: a sair, só o fará em definitivo e num acordo que seja vantajoso para todas as partes, com incidência para os leões, que no final de 2015 o foram buscar ao Estoril. Segundo foi possível perceber, os verdes e brancos admitem que um bom negócio se possa fazer por uma verba entre os três e os seis milhões de euros, variando neste sentido a percentagem do passe a ser cedida. A SAD tem 100% dos direitos económicos sobre o jogador, com quem tem contrato assinado até junho de 2020.

Não sendo titular indiscutível do Sporting, Bruno César é visto por Jorge Jesus como uma das peças mais úteis que tem à sua disposição. Porquê? Porque, tal como já explicou, consegue aliar o conhecimento das suas ideias com o facto de poder fazer várias posições, desde a defesa ao ataque.

"É um jogador com características especiais. O Bruno tem de ter um treinador que o conheça e perceba uma das qualidades que tem, que é a qualidade tática do jogo. Por ter esse conhecimento, tem um rendimento sempre acima das suas capacidades técnicas", explicou o treinador do Sporting, que o treinou pela primeira vez quando ainda dirigia a equipa do Benfica.