Benfica-Sporting: Iordanov torce por triunfo dos 'leões', nem que seja por "meio a zero"

Benfica-Sporting: Iordanov torce por triunfo dos 'leões', nem que seja por "meio a zero"

O ano 2018 começa com o dérbi Benfica-Sporting, para a 16.ª jornada da I Liga de futebol, e Iordanov não vê melhor forma de o Sporting iniciar o novo ano que não seja uma vitória sobre o arquirrival.

Em entrevista à Lusa, o antigo avançado búlgaro, que vestiu a camisola do clube de Alvalade durante uma década, manifestou o seu respeito pelo Benfica, mas salientou a importância de os 'leões' vencerem na Luz para cimentarem a sua vantagem sobre os 'encarnados' na classificação, num momento em que as equipas estão separadas por três pontos (39-36).

"Por mim, até meio a zero chega, desde que os três pontos sigam para Alvalade. O Sporting está a jogar muito bem este ano, mas quando se joga um dérbi não importa como estão a jogar as duas equipas. Este é um jogo completamente diferente dos outros, mas se o Sporting quiser ganhar o campeonato tem de ganhar todos os jogos", afirmou.

Todavia, Iordanov é lesto a esclarecer que um eventual triunfo da formação de Jorge Jesus não resolve de todo as contas da luta pelo campeonato, na qual está também envolvido o FC Porto, que lidera a prova em igualdade com o Sporting.

"Não vai ser decisivo de maneira nenhuma para dizer quem vai ficar em primeiro no final do campeonato. Faltam ainda mais jogos até ao final. Acho que o Sporting está a jogar bem, está na frente do campeonato e penso que o melhor é ganhar para aumentar já a distância entre os dois clubes", referiu.

Defendendo que o Sporting "vai à Luz para ganhar" e sem um sentimento de conforto com um hipotético empate, o antigo internacional búlgaro reconhece a importância do goleador holandês Bas Dost (13 golos), mas dá primazia ao coletivo 'leonino'.

"Sempre defendi esta filosofia: o Sporting depende de todos os jogadores que tem no plantel. Se a bola não chegar ao Bas Dost, o Bas Dost não consegue fazer os golos. Qualquer jogador no plantel do Sporting é importante para lutar até ao final pelo campeonato", explicou.

Confrontado com uma maior pressão do Benfica em virtude das recentes eliminações de Liga dos Campeões, Taça de Portugal e Taça da Liga, Iordanov esquivou-se a alongar em comentários sobre o rival e evitou pronunciar-se sobre o futuro do treinador Rui Vitória em caso de uma derrota 'encarnada' no dérbi.

"Isso tem de perguntar ao presidente do Benfica, eu não faço a mínima ideia. O que me interessa é o Sporting ganhar no dia 03. O que vai acontecer pode responder o presidente do Benfica? Vamos ver como o jogo corre", disse.

Já sobre o clima de tensão e polémicas constantes que têm marcado o convívio dos dois emblemas de Lisboa no passado recente, Iordanov disse acreditar que quando soar o apito inicial todos se irão alhear dessa situação e pediu mais tranquilidade em torno do setor da arbitragem.

"Os jogadores têm de se distanciar dos árbitros e das polémicas que estão à volta do futebol. Todos sabemos que o futebol move o mundo, mas toda a gente tem de perceber que os árbitros também são pessoas e também podem errar. Não devemos fazer tanta pressão sobre os árbitros", finalizou.

O dérbi entre Benfica, terceiro classificado, com 36 pontos, e Sporting, que soma os mesmos 39 do líder FC Porto, da 16.ª jornada da I Liga de futebol, está marcado para quarta-feira, às 21:30, no Estádio da Luz, em Lisboa.