Bas Dost quer sair do Sporting com o passe na mão

Bas Dost quer sair do Sporting com o passe na mão
Bruno Fernandes | Rui Miguel Gomes

Tópicos

SAD quer transferir goleador no mínimo por 12 M€, mas este sente-se "confortável" com ordenado de 3 M€ limpos/ano

Bas Dost está decidido a ficar no Sporting até ao final do contrato que possui com os leões, mesmo sabendo que os seus dirigentes desejam um cenário contrário. São posições antagónicas que, segundo O JOGO apurou, levam a que o goleador holandês pretenda envergar as cores do clube até 2021, ano em que expira o seu vínculo contratual, podendo então escolher um novo emblema para defender na condição de jogador livre.

É um jogo de interesses que complica financeiramente aquele que é o desejado pelos responsáveis leoninos, que olham para o vencimento anual de Bas Dost - que representa uma despesa global, entre o ordenado líquido e a carga fiscal inerente, de seis milhões de euros por época - como um encargo excessivo para aquele que é desiderato do elenco de Frederico Varandas: reduzir o orçamento mantendo a competitividade.

O holandês, como o nosso jornal oportunamente deu conta, também olha para Portugal como um país que se enquadra nos seus padrões em termos de qualidade de vida e, aos 30 anos, não pretende ingressar em qualquer emblema que não seja de um campeonato de topo e, mesmo assim, com reservas de vários níveis.

Além disso, Bas Dost, tal como os próprios responsáveis do Sporting, tem a consciência de que a derradeira temporada não correu como o desejado, sendo marcada por algumas leões e momentos de irregularidade, pesem os 23 golos apontados em 35 jogos (em 2016/17 fez 36 golos em 41 jogos e na seguinte, em 2017/18, 34 golos em 49 jogos), factos que afastam os interessados.

Pretendentes, entenda-se, com capacidade para chegar a valores na ordem dos 12 milhões de euros, que foram estipulados em Alvalade como cifra mínima para libertar o avançado, que representa o maior investimento efetuado pela SAD na sua história. O Sevilha, esse, adiantou oito milhões de euros, recusados pelos leões, o Schalke também se informou, mas nos últimos dias tem sido apontado o interesse de Dortmund e Fenerbahçe, um namoro antigo, mas a pretensão do atleta, até ver, é a de sair com o passe na mão.