André Carrillo vai ter o salário que pede

André Carrillo vai ter o salário que pede

A intenção passou sempre por um novo contrato válido até 2019, mas o acordo acabou por ficar adiado devido à divergência de verbas

Determinado a satisfazer a vontade de Jorge Jesus de contar com André Carrillo, jogador que considera fundamental para a época 2015/16, tal como O JOGO adiantou, Bruno de Carvalho e a SAD a que preside vão passar das intenções aos atos e apresentar uma proposta de renovação de contrato ao internacional peruano, até 2019, que contempla um salário de dois milhões de euros brutos por ano. Segundo informações recolhidas pelo nosso jornal, as negociações estão a progredir a bom ritmo e o clube de Alvalade já entrou em contacto com Elio Casareto, empresário do jogador, que deverá viajar até Lisboa a breve trecho para encerrar um dossiê que a SAD verde e branca encara como urgente: Carrillo termina contrato em junho de 2016 e poderá assinar por outro clube a custo zero já em janeiro. Com esta nova oferta salarial, na ordem dos dois milhões de euros anuais, os responsáveis sportinguistas chegam assim ao montante que era exigido pelo extremo peruano para assinar um vínculo de longa duração com o emblema de Alvalade.