Ugarte trancado e por valorizar: investimento do Sporting pode atingir 12,5 M€ 

.

 foto Ivan Del Val/Global Imagens

Jogador de 21 anos afirma-se como titular indiscutível após a saída de João Palhinha. Rúben Amorim faz questão de mantê-lo e a SAD concorda, porque pode rentabilizar o ativo com o próximo Mundial.

A SAD do Sporting e a equipa técnica estão alinhadas quanto a Manuel Ugarte: o uruguaio é para manter no plantel e nenhuma sondagem, ao que O JOGO apurou, mexe com esta decisão. O centrocampista, noticiou-se ontem em França novamente, está na lista do PSG para janeiro. O periódico "Le Quotidien du Sport", citando o "Media Foot", avança que Ugarte está numa lista de jogadores que poderia ser solução para o meio-campo dos parisienses, podendo, de acordo com a publicação, alinhar como um dos três defesas centrais em caso de necessidade. Adianta-se até que o interesse já deu origem a uma conversa com os responsáveis verdes e brancos para uma proposta em janeiro.

O nosso jornal sabe que Ugarte é um dos jovens avaliados e referenciados pelo emblema que tem os portugueses Nuno Mendes, Danilo, Vitinha e Renato Sanches (estes três últimos centrocampistas) no plantel. Ainda assim, Ugarte é parte fundamental do projeto de Rúben Amorim, ganhando ainda maior protagonismo na equipa depois da saída de Palhinha.

A SAD interpreta da mesma forma o estatuto que Rúben Amorim dá ao uruguaio. Com tantas competições pela frente e com um bom arranque de Liga dos Campeões, não há necessidade de projetar já uma possível venda, sabendo até que Ugarte, o terceiro uruguaio que mais se valorizou em 2021/22, poderá render mais, tanto pela percentagem do passe que vai aumentando como pela provável convocatória para o Mundial.

O Sporting não pensa libertar o jogador, contratado ao Famalicão em 2021, e uma possível abordagem tem de chegar pelo menos aos 40 milhões de euros. Ugarte, de 21 anos, tem contrato com os leões até 2026 e está blindado por uma cláusula de 60 milhões de euros.

Investimento pode atingir 12,5 M€

O Sporting comprou Ugarte por 6,5 milhões de euros ao Famalicão, assegurando, no imediato, 50 por cento do passe do uruguaio. Contudo, a SAD verde e branca garantiu poder adquirir mais 30 por cento do passe do uruguaio, 10% de cada vez, a cada 30 jogos realizados. Os leões já pagaram mais 2 M€ e, daqui a 13 jogos, quando Ugarte fizer 60 partidas pelos são mais 2 M€ a desembolsar. A intenção é chegar aos 80%, com um investimento total de 12,5 M€, para maximizar o lucro. Os restantes 20% são do clube uruguaio Fénix.