Amorim vai ficar "mais um ano" no Sporting: "Sei que corro o risco de ser despedido"

Amorim vai ficar "mais um ano" no Sporting: "Sei que corro o risco de ser despedido"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Rúben Amorim, treinador leonino, após o Sporting-Santa Clara (4-0), partida relativa à 34ª e última jornada da Liga Bwin

Época: "Marcámos mais golos, sofremos golos que não merecíamos, com ressaltos. Estivemos na luta por todos os títulos. Estivemos na luta até ao fim do campeonato. Fizemos 85 pontos. Podemos olhar para os pormenores em jogos, teríamos mais seis pontos e isso poderia fazer a diferença. Agora vai começar um novo campeonato, partimos com a mesma ambição. Com público e Liga dos Campeões fizemos os mesmos pontos. Se calhar tivemos menos estrelinha".

Adeptos: "Os adeptos, em momentos muito difíceis para nós, apoiaram-nos. Ninguém ficou contente com os resultados do Ajax ou do Manchester City. Mas isso não revela falta de exigência da parte deles, mas inteligência. Sabem que não apoiar a equipa não é bom. Eles não esquecem o passado recente. Eles apoiaram a equipa que deu tudo e não conseguiu".

Futuro do treinador: "Dou esta semana ao meu empresário. Tenho a minha decisão tomada. Não quero sair assim. Não quero sair desta forma. Sei que corro o risco de ser despedido, mas vão ter de levar comigo mais um ano".