Amorim suspenso pelo CD: o que disse o treinador após o clássico com o FC Porto

Amorim suspenso pelo CD: o que disse o treinador após o clássico com o FC Porto

Treinador não estará no banco na partida de quarta-feira com o Rio Ave.

O técnico do Sporting, Rúben Amorim, foi suspenso por seis dias pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol e vai falhar a deslocação ao campo do Rio Ave, revelou em comunicado o clube lisboeta.

De acordo com o documento dos leões, o castigo do treinador, que vai estar ausente do encontro de quarta-feira da 31.ª jornada da Liga NOS, deve-se a declarações do treinador após o clássico com o FC Porto, em outubro de 2020, referente à quarta ronda. Nesse encontro, que acabou empatado 2-2, o técnico do Sporting foi expulso do banco de suplentes.

"Passa pela dualidade de critérios. Faço mea culpa, porque não deveria ter dito o que disse. Ouço o mesmo todas as semanas e momentos antes ouviu-se pior de outro sítio. Não posso falar sempre dos árbitros e aceito qualquer que seja o castigo. O que me revoltou foi a dualidade de critérios. Sempre a aprender e a crescer", afirmou na altura o técnico, após o jogo.

Uma grande penalidade inicialmente assinalada sobre Pedro Gonçalves e depois revertida também esteve na mira. "Claro que a arbitragem teve influência no resultado. Temos tido azar com o VAR. No ano passado, em Moreira de Cónegos, um jogador nosso foi agarrado e não houve nada. Hoje igual. A arbitragem teve influência no marcador, mas não no decorrer do jogo. Esse foi sempre nosso. Os jogadores estão de parabéns", comentou.