Amorim de olho numa nova dupla da formação: Nuno Moreira e Nazinho. Conheça as apostas

Amorim de olho numa nova dupla da formação: Nuno Moreira e Nazinho. Conheça as apostas
Frederico Bártolo

Tópicos

Ao que O JOGO apurou, a dupla de jovens é vista com grande atenção por Rúben Amorim. Serão dois dos jogadores que deverão iniciar a pré-época com os campeões

A pré-temporada do Sporting, que arranca a 28 de junho, estará inicialmente limitada pela ausência de oito internacionais, isto devido aos compromissos de Plata (Equador) e Coates (Uruguai), ao regresso tardio de Daniel Bragança, Luís Maximiano e Tiago Tomás da seleção de sub-21 e aos convocados por Fernando Santos para o Europeu, no caso João Palhinha, Nuno Mendes e Pedro Gonçalves. Rúben Amorim vai aproveitar essa contrariedade para aferir o potencial de jovens talentos, recorrendo à formação para completar o grupo de trabalho.

Apesar de não ser um número de jovens ao nível de 2020, já que a equipa técnica prioriza uma certa estabilidade face a ter a Supertaça logo em agosto, pelo menos sete atletas terão a chance de militar com os seniores. Sabe O JOGO que Flávio Nazinho, Nuno Moreira, Dário Essugo, Diego Callai, Hevertton Santos, Bruno Paz e Joelson Fernandes deverão ter uma oportunidade para se mostrarem no campeã nacional.

Flávio Nazinho, ao que apurou o nosso jornal, é um jovem visto com muito potencial, depois de ter sido integrado no ano passado, pontualmente, na equipa A. Ainda que sem possibilidade de estreia no último ano, o lateral-esquerdo de 17 anos viu a afirmação de Nuno Mendes e, portanto, acabou desviado para os sub-23, mesmo tendo idade de júnior ainda. Com contrato renovado até 2024, realizou dez jogos pelos sub-23 e mais cinco pela equipa B e é muito apreciado pela equipa técnica verde e branca pela maturidade competitiva que exibe e pela qualidade técnica e velocidade, que o aproximam de Nuno Mendes. Mesmo tendo Antunes e estando Rúben Vinagre na lista para a canhota caso Mendes saia, Nazinho está à porta da equipa principal, mesmo que depois possa fazer minutos por outras equipas leoninas.

Em semelhante patamar está Nuno Moreira. O jogador de 21 anos marcou seis golos pelos bês nos 25 jogos realizados no Campeonato de Portugal e, tanto alinhando a extremo como a médio-ofensivo, é visto como um atleta com características idênticas a Pedro Gonçalves pela capacidade de jogar entre linhas, facilidade de remate e encontrar espaço onde parece não haver. Moreira poderia ficar no plantel em caso de vendas na frente de ataque, ainda que uma hipótese de empréstimo a outros emblemas possa permitir um passo na sua evolução.

Nas laterais, Hevertton Santos, de 20 anos, irá a teste, mesmo que Amorim tenha reconhecido "não haver ninguém na formação na posição de defesa-direito preparado". O brasileiro destaca-se a defender e a prioridade leonina mantém-se em apetrechar a ala com um concorrente para Porro.

De apenas 16 anos, Diego Callai será, ao que tudo indica, o guarda-redes chamado à equipa principal, ele que, com idade de juvenil, competiu nos sub-23 pela pandemia ter afetado os escalões inferiores. Também Dário Essugo, o mais jovem a estrear-se na Liga e ainda com 16 anos, será novamente incluído nos trabalhos, devendo competir pelos sub-23 e equipa B na próxima temporada. Já Joelson Fernandes, há muito um craque a despontar, terá nova hipótese: o extremo de 18 anos tem sido apontado à saída e marcou seis golos em 25 jogos em 2020/21. Para terminar, Bruno Paz, capitão dos bês, terá, aos 23 anos, uma oportunidade depois de ter recuperado níveis competitivos após uma lesão grave num joelho em 2019. Em 2020/21 fez 26 jogos e cinco golos. A presença de todos estes às ordens de Amorim não exclui a possibilidade de descerem depois ou de serem emprestados. A equipa B, diga-se, começa os treinos na mesma data dos A.