Amorim assume: "Dois resultados pesados na Europa não podem ser culpa dos jogadores"

Amorim assume: "Dois resultados pesados na Europa não podem ser culpa dos jogadores"

Treinador do Sporting, em reação à goleada ante o Ajax em jogo do grupo C da Champions, assumiu a responsabilidade por este desaire (o segundo mais pesado da história dos leões na Europa) e pela eliminação ante o LASK na Liga Europa 20/21

Reação ao resultado: "Isto é o espírito da equipa, tem sempre o mesmo espírito, a perder 4-1, 5-1. Os adeptos do Sporting reconhecem isso. Não estava à espera, sou sincero, sei o amor que os adeptos costumam ter pelos seus clubes, depois do resultado destes, a forma como apoiaram... Os adeptos estão atentos. Não escondemos que tivemos falhas, temos que trabalhar muito, não cometer tantos erros. Quando isto acontece, o grande responsável é o treinador. A forma como a equipa jogo e tudo o que o jogo ditou foi muito difícil. Temos que crescer e trabalhar. Obrigado aos adeptos. Reconhecem o espírito e o que a equipa tem feito."

Palestra aos jogadores: "Disse-lhes que têm que descansar e comer e deixar o resto para mim, pois no domingo temos um jogo importante com o Estoril."

Sensação após 2-0: "Sofri por eles. Já passei por isto e sei o sofrimento que é. A forma como encaixaram dois golos na estreia... Sofri mais por eles. Não pensei na estratégia, no resultado, pensei no sofrimento dos meus jogadores. Podíamos ir para intervalo com outro resultado, tivemos um anulado no começo da segunda parte. A partir do quarto golo acabou. Disse aos jogadores para mudarem de sistema 5-4-1, mas não ouviram porque quiseram ir atrás do resultado."

Jogadores deram tudo: "Volto a dizer o mesmo. Não vi nenhum jogador esconder-se do jogo, correram, estavam nervosos... Sentiram o primeiro golo, o segundo golo, o anular do terceiro golo e sofrer o quarto golo. Enquanto derem o máximo, têm sempre o treinador e assumo as responsabilidades. Eles dão o máximo. Dois resultados pesados na Europa não podem ser culpa dos jogadores. Temos e vamos melhorar e acredito que podemos vencer o próximo jogo, podemos vencer o próximo na Champions. Jogaremos da mesma forma, fechados lá atrás só se nos empurrarem. Os adeptos viram o que a equipa fez, aplaudiram a equipa e não ha muito a fazer quanto aos adeptos revoltados. Só ganhando jogos."