A reação do Sporting ao encerramento dos campeonatos de formação

A reação do Sporting ao encerramento dos campeonatos de formação

Diretor-geral da Academia Sporting reagiu à decisão da Federação Portuguesa de Futebol

A Federação Portuguesa de Futebol decidiu esta sexta-feira encerrar todas as competições nacionais de formação de futebol e futsal, masculinos e femininos, "não resultando das mesmas qualquer efeito desportivo imediato". O diretor-geral da Academia do Sporting já reagiu.

"Neste momento, o futebol passa para segundo plano e temos de dar valor à saúde pública e à saúde do ser humano. O jogador não é tão importante como o ser humano e esta decisão da FPF visa proteger o ser humano e dar espaço para que possamos fazer o que mais gostamos num futuro próximo", começou por afirmar Paulo Gomes à Sporting TV.

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS

"Qualquer decisão que não fosse esta ia fazer com que ficássemos sem saber bem como iria ser o resto da época e o início da próxima. Assim sabemos que começamos a próxima época sem colocar ninguém em risco", continuou.

Paulo Gomes disse ainda que "nada pode bater a saúde de qualquer ser humano", pelo que "qualquer subida, descida ou título de campeão" não é "importante neste momento".

"Temos outros valores que se devem sobrepor a tudo isso. Enalteço o papel da FPF e a decisão tomada hoje", acrescentou.