A emoção tomou conta de Sarabia: "Se posso voltar? Nunca se sabe"

A emoção tomou conta de Sarabia: "Se posso voltar? Nunca se sabe"

De saída, o espanhol agradeceu a homenagem dos adeptos, cujo momento alto foi a ovação aos 17".

Figura de proa do Sporting na temporada que ontem terminou, Pablo Sarabia vai regressar ao Paris Saint-Germain após o fim do empréstimo ao emblema lisboeta e, na hora da despedida, foi saudado como um ídolo por parte dos adeptos que se deslocaram ao Estádio José Alvalade.

A homenagem ao internacional espanhol começou no anúncio do onze dos leões e teve o seu momento alto no minuto 17, quando o público entoou o seu nome e lhe dedicou uma sonora ovação. Sarabia ainda teve tempo de festejar um golo antes de ser substituído para um derradeiro aplauso, que o deixou visivelmente emocionado.

Durante a volta de honra da equipa após o apito final, o camisola 17 soube pelo speaker que tinha sido escolhido como Homem do Jogo pelos adeptos e garantiu que não deixará de parte um futuro regresso ao Sporting. "Se posso voltar? Nunca se sabe. Saio daqui com o carinho de toda esta gente. Um agradecimento aos adeptos que desde o primeiro minuto foram incríveis e fizeram-me sentir o clube. Este ambiente é espetacular e sempre me trataram como se fosse da família. Foi um grande prazer e nunca vou esquecer esta aventura", garantiu o internacional espanhol.

Destacando a "grande época" a nível pessoal, Sarabia falou da "espinha atravessada" por ver o título nacional fugir para o rival FC Porto: "Acho que fiz uma grande época. Desde o primeiro dia que procurei dar tudo, com golos, assistências e trabalho para a equipa. Ganhámos uma taça e tentámos tudo para ganhar mais troféus. Sinceramente é uma espinha que tenho atravessada não termos conseguido a Liga."