"Tinha de sair, não tinha mais condições para continuar a jogar em Portugal"

"Tinha de sair, não tinha mais condições para continuar a jogar em Portugal"

Guarda-redes testemunha via Skype no Tribunal de Monsanto, em mais uma sessão do julgamento do processo do ataque à Academia.

Segurança: "Estávamos em pânico e em choque. Alterou muita coisa na minha vivência. Ainda hoje, a andar na rua em Portugal com a família, olho para o lado, pode haver gente revoltada por tudo o que se falou e inventaram. Ainda há muitos adeptos maldosos contra nós. Ainda não me sinto seguro passado um ano e meio.

Falei com a minha família para terem mais cuidado. Tive muitas ameaças depois disso e fui apresentar queixa na polícia. Falei com a segurança da Federação. Passei a ter mais polícias perto de casa. Passei a ter mais cuidado até a entrar na garagem. Tive de tomar medidas."

Mudança para Inglaterra: "Tinha de sair. Não tinha mais condições para continuar a jogar em Portugal. Há momentos em que ainda revivo aquilo mesmo em Inglaterra."