Santa Clara acusa Braga de abordar diretamente Schettine: "É punível nos regulamentos"

Santa Clara acusa Braga de abordar diretamente Schettine: "É punível nos regulamentos"

Clube açoriano reagiu ao comunicado emitido pelo Braga.

O Santa Clara reagiu ao comunicado emitido pelo Braga sobre Schettine, esta segunda-feira, em que o clube minhoto anunciou ter desistido da contratação do avançado brasileiro.

O emblema açoriano acusa os arsenalistas de terem abordado o jogador de forma direta, algo "punível nos regulamentos das competições profissionais da FPF e Liga", explicando que a conduta levou a que a SAD do Santa Clara exigisse ao Braga o pagamento da cláusula de rescisão.

O Santa Clara refere ainda que deixa "os juízos de valor sobre o comportamento da Braga SAD para aqueles que com eles, no seu dia-a-dia, mantém as respetivas relações profissionais e comerciais", desejando "boa sorte" aos arsenalistas para o jogo de quinta-feira com o Brondby".

Leia o comunicado do Santa Clara na íntegra:

"Em sequência do comunicado lançado hoje pela SC Braga SAD, vimos por este meio esclarecer o seguinte:

1. A Santa Clara Açores Futebol, S.A.D sempre pautou as suas relações institucionais com a Liga, Federação, clubes e todos os demais intervenientes do futebol português com urbanidade, independência, respeito e lisura no tratamento, procurando adequar o seu comportamento à condição de um dos maiores embaixadores da Região Autónoma dos Açores.

2. A Santa Clara Açores Futebol, S.A.D não pode tolerar que se façam abordagens directas de dirigentes e treinadores a atletas profissionais de outras instituições com contrato de trabalho, facto que ocorreu no caso concreto, sendo punível nos regulamentos das competições profissionais da FPF e Liga Portugal. Esta conduta levou a Santa Clara Açores Futebol, S.A.D a exigir à SC Braga S.A.D, o pagamento da cláusula de rescisão do atleta Guilherme Schettine.

3. Deste modo, resta-nos continuar a trabalhar de forma humilde, deixando os juízos de valor sobre o comportamento da SC Braga SAD para aqueles que com eles, no seu dia-a-dia, mantém as respetivas relações profissionais e comerciais.

4. A Santa Clara Açores Futebol S.A.D e os Açores estão e estarão sempre de portas abertas para receber todos os clubes, sem exceção, em igualdade de circunstâncias, não privilegiando qualquer relação que não seja o superior interesse da Santa Clara Açores Futebol, S.A.D., tal como comprovam as transferências, num passado bastante recente, dos atletas Kaio Pantaleão e Fernando Andrade, para o Krasnodar e FC Porto, respetivamente.

5. Respeitamos e respeitaremos sempre com a maior admiração a instituição SC Braga e a sua massa adepta, aproveitando para desejar aos seus sócios e simpatizantes a melhor sorte, já na próxima quinta-feira, na 2ª Pré-Eliminatória da Liga Europa.

Infelizmente, de putativos "Salvadores" está o futebol português cheio.

Saudações Santa Clarenses e Açorianas."