"O Santa Clara é um clube contido em termos de custos", diz Daniel Ramos

"O Santa Clara é um clube contido em termos de custos", diz Daniel Ramos
Redação com Lusa

Tópicos

Treinador dos açorianos admite incursão no mercado, mas rejeita "entrar em loucuras".

O treinador do Santa Clara, Daniel Ramos, disse este sábado que a equipa vai apresentar "objetividade pela baliza" e "atacar sempre que possível" no encontro diante do Marítimo, na jornada inaugural da I Liga.

"[O Santa Clara vai] ser uma equipa com objetividade, com objetividade pela baliza, na procura do golo e mais ou menos paciente em função daquilo que nos for proporcionando e daquilo que formos conquistando ao longo do jogo", declarou Daniel Ramos.

O técnico falava no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, na conferência de imprensa de antevisão do encontro frente ao Marítimo, nos Açores.

O treinador afirmou que a equipa vai tentar "estar presente em todos os momentos do jogo", procurando "atacar sempre que possível" para ir "à procura de oportunidades de golo", seja em "transição", "ataque organizado" ou através da "bola parada".

"Sabemos o que temos treinado, sabemos aquilo que temos feito, sabemos o que queremos para jogo. O Santa Clara vai atacar sempre que possível, vai criar dinâmicas de ataque sempre que possível", assinalou.

Daniel Ramos afirmou que o Marítimo irá procurar "discutir o jogo pelo jogo", apostando "nas transições" ofensivas, o que irá exigir "solidez defensiva" ao Santa Clara.

O jogo irá marcar o regresso de Daniel Ramos ao banco de suplentes do Estádio de São Miguel como treinador do Santa Clara, logo diante da equipa que o fez sair dos Açores na época 2016/17.

O treinador realçou a importância do emblema açoriano voltar a jogar em casa, depois de ter realizado parte da temporada 2019/2020 como visitado na Cidade do Futebol, em Oeiras, devido à covid-19.

"É de saudar este regresso a casa. Toda a gente gosta de jogar em casa e nós não fugimos à regra", disse.

Sobre a indefinição no plantel, o técnico de 49 anos avançou que o clube está a "tentar acertar nas contratações que faltam" sem entrar "em loucuras", informando que chegará um "avançado na próxima semana" e que existe "mais um central para contratar".

"Estamos a tentar não errar ou errar o menos possível dentro daquilo que existe no mercado. Como é sabido, o Santa Clara é um clube contido em termos de custos, e acho muito bem que o faça, porque a importância da estabilidade do clube é o futuro do clube", apontou.

Sobre o impacto da pandemia da covid-19 nos trabalhos do plantel, Daniel Ramos destacou que a equipa tem sido "rígida" nas questões de segurança, apesar da "segurança" que os Açores apresentam no controlo da pandemia.

"Internamente, temos sido rígidos e temos aumentado as regras de segurança, porque não sabemos o dia de amanhã. Não queremos ser acusados de irresponsabilidade. E posso-vos dizer que por duas vezes já anulei atividades da equipa no sentido preventivo", disse.

No domingo, o Santa Clara arranca a I Liga com um dérbi insular, ao receber em casa o Marítimo, às 15h00 locais (mais uma hora em Portugal continental).