"Europa? É muito prematuro. Há uma série de requisitos que teremos de cumprir"

"Europa? É muito prematuro. Há uma série de requisitos que teremos de cumprir"
Redação com Lusa

Tópicos

Diretor desportivo do Santa Clara aborda objetivos do clube para a nova temporada.

O diretor desportivo do Santa Clara disse esta segunda-feira que o objetivo da equipa para a próxima época é "continuar a fazer história", depois de alcançada a melhor prestação de sempre do clube na I Liga em 2019/20.

"Os objetivos passam por continuar a fazer história. Vamos querer assegurar a manutenção o mais rápido possível, valorizar os nossos ativos e, se possível, fazer melhor do que aquilo que fizemos na temporada anterior", afirmou Diogo Boa Alma à agência Lusa.

Em cinco presenças no principal escalão do futebol português, o Santa Clara atingiu a melhor classificação da sua história na temporada de 2019/2020, alcançando o nono lugar com 43 pontos, com João Henriques no comando técnico.

Os açorianos irão participar pela terceira vez consecutiva na I Liga na próxima temporada, um feito inédito na história do clube, passando a ser liderados pelo treinador Daniel Ramos.

O diretor desportivo dos açorianos reitera que o objetivo do clube é "continuar a crescer, mas de forma sustentada, consolidada e paciente".

Questionado sobre o orçamento do clube para a próxima temporada, Boa Alma não respondeu, destacando que "não irá sofrer grandes ajustes em relação ao da temporada passada". "Vamos manter a política do rigor orçamental pelo qual nos temos pautado nos últimos anos. Não entramos em loucuras financeiras. Sabemos que vai ser um ano rigoroso neste aspeto e estamos preparados para tal", declarou, sem especificar.

Para atacar a próxima temporada, o Santa Clara já contratou, até ao momento, Gustavo Viera (ex-Liverpool do Uruguai), André Mesquita (ex-Marítimo B), Jean Patric (ex-Académico de Viseu) e Mansur (ex-Atlético Mineiro do Brasil).

No sentido inverso, estão confirmadas as saídas de Mamadu, Zé Manuel, César e Francisco Ramos.

"Não vamos ter muitas mexidas no plantel. Pretendemos manter a espinha dorsal da última temporada. Vamos tentar reforçar algumas posições no plantel, mas não se preveem muitas alterações", avançou Boa Alma, referindo que o Santa Clara irá ter um grupo capaz de "orgulhar os Açores".

Depois de duas temporadas tranquilas no principal escalão do futebol nacional, o diretor desportivo dos açorianos rejeita pensar em atingir os lugares de acesso às provas europeias, referindo que não se consegue "solidificar" um clube na I Liga "em apenas duas temporadas".

"É muito prematuro pensar-se na Europa. Há uma série de requisitos que teremos de cumprir antes de sonhar almejar lugares europeus. Precisamos de mais e melhores infraestruturas para nos podermos equiparar com as equipas que lutam, efetivamente, por lugares europeus", disse.

Na terça-feira, o Santa Clara retoma os treinos tendo em vista a temporada 2020/21.