Daniel Ramos fala em caminho "completamente errado" e garante: "Sinto só satisfação"

Daniel Ramos fala em caminho "completamente errado" e garante: "Sinto só satisfação"

Treinador do Santa Clara antevisão à deslocação à Mata Real, terreno do Paços de Ferreira, um campo que considerou "tradicionalmente difícil".

Daniel Ramos, treinador do Santa Clara, disse esta sexta-feira que o jogo frente ao Paços de Ferreira, da quarta jornada da I Liga, vai ser "muito competitivo", destacando a "valia" do próximo adversário.

"Percebemos a dificuldade do jogo pela valia do Paços de Ferreira, os resultados não condizem com aquilo que eles demonstraram até agora. Por isso, com natural objetividade, percebendo isso e percebendo o que temos vindo a ser, adivinha-se um jogo muito competitivo", declarou Daniel Ramos.

O técnico da equipa açoriana falava no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, na antevisão à deslocação à Mata Real, um campo que considerou "tradicionalmente difícil".

"Vamos com ambição e determinação de querermos colocar em campo aquilo que treinamos na procura de impor as nossas ideias de jogo e procurarmos dificultar ao máximo aquilo que também é um objetivo do nosso adversário: fazer um bom jogo", disse Daniel Ramos.

O Santa Clara está atualmente em segundo lugar do campeonato, depois ter arrancado a época com duas vitórias, diante de Marítimo e Sporting de Braga (2-0 e 1-0, respetivamente) e um empate frente ao Gil Vicente (0-0).

Por sua vez, o Paços de Ferreira soma um empate frente ao Portimonense (1-1) e duas derrotas, com o Sporting (2-0) e o Vitória de Guimarães (1-0).

Daniel Ramos salientou que o bom arranque da equipa açoriana é um "prémio" que resulta do "trabalho intenso da equipa".

"Sinto a alegria por aquilo que foi conquistado, mas não sinto mais do que isso. Sinto só satisfação, alegria, porque muito daquilo que foi conquistado, foi valorizado e foi também um prémio para aquilo que foi e tem sido um trabalho intenso da equipa", apontou.

Apesar dos bons resultados, o treinador dos insulares alertou que o campeonato vai "apenas no início".

[Se acharmos que] já conquistamos, é o caminho errado. Completamente errado. Os jogadores estão mais que alertados para isso. Toda a gente percebe que estamos apenas no início", apontou.

O treinador do Paços de Ferreira, Pepa, não vai estar no banco de suplentes, uma vez que está infetado com o novo coronavírus, que provoca a covid-19.

Daniel Ramos desvalorizou a ausência do treinador, salientando que as "ideias" de jogo não vão ser alteradas.

"Se olharmos para o plantel do Paços de Ferreira, é muito do plantel do ano passado. A equipa técnica é a mesma do ano passado. As ideias estão lá e estão presentes, não é por uma semana ou duas que isso vai alterar. Existe continuidade", afirmou.

O Paços de Ferreira, 15.º classificado com um ponto, recebe o Santa Clara, segundo com sete, no domingo, às 15h00, no estádio da Capital do Móvel.