Suplente de luxo de Carvalhal, Gelson Dala é rei da eficácia

Suplente de luxo de Carvalhal, Gelson Dala é rei da eficácia
André Veloso Gomes

Tópicos

Internacional angolano já leva três golos nos quatro jogos em que participou como suplente utilizado no Rio Ave, estando ainda à procura de se estrear na equipa titular

Com uma média impressionante de um golo a cada 32 minutos, Gelson Dala tem sido uma verdadeira arma secreta do Rio Ave, sendo desta vez decisivo, novamente na condição de suplente utilizado, no triunfo por 2-1 sobre o Tondela.

Reforço de janeiro do plantel vila-condense, por empréstimo do Sporting, o avançado angolano somou até agora 96 minutos em campo, saindo sempre do banco de suplentes para ter influência direta na conquista de quatro pontos, uma vez que marcou no empate (2-2) contra o Famalicão e agora, por duas vezes, contra o Tondela. Gelson Dala estreou-se na vitória fora com o V. Guimarães, jogando apenas dez minutos, fez toda a segunda parte frente ao Famalicão e ainda contribuiu para o avolumar do triunfo na visita ao Aves, entrando a 19 minutos do fim e sofrendo a grande penalidade que resultou no 4-0.

O feito do internacional angolano na partida com a formação beirã ganha ainda maior destaque atendendo a que esteve limitado durante a semana, devido a uma gastroenterite, falhando alguns treinos do plantel e estando em dúvida para o encontro.

Mas Gelson Dala recuperou, entrou a 22 minutos do final e bisou, sendo que o segundo golo surgiu em cima do minuto 90 e garantiu a vitória. Numa altura em que o técnico Carlos Carvalhal tem apostado em Diego Lopes, Lucas Piazón e Nuno Santos como municiadores do ponta de lança Taremi, Gelson Dala não terá certamente facilidades para assumir a titularidade, mas é certo que o treinador tem muitas e boas opções para os quatro lugares da frente.