"Quando ganhávamos a bola, não a soubemos circular"

"Quando ganhávamos a bola, não a soubemos circular"

Carlos Carvalhal, treinador do Rio Ave, lamenta a segunda parte no jogo em casa do Portimonense

Sobre o jogo: "Iniciámos bem, porque preparámos bem o jogo e tivemos a capacidade de circular e comandar o jogo com bola, principalmente na primeira parte. Além do golo que marcámos, podíamos ter feito mais um na primeira parte, mas não conseguimos. Nos últimos cinco minutos da primeira parte e na segunda parte houve uma reação forte do Portimonense, equipa que está a lutar pela vida, mas sem criar oportunidades de golo."

Defesa baixa: "Na segunda parte, controlámos o jogo com a linha defensiva muito baixa, o que nos fez perder muitas bolas, embora a nossa organização defensiva fosse resolvendo os problemas. Baixámos muito as linhas, recuámos muito e o Portimonense ganhou confiança e, quando ganhávamos a bola, não a soubemos circular. Foi pouco, devíamos ter feito mais."

Justiça: "Penso que seria injusto outro resultado, embora o comportamento do Portimonense tivesse sido muito bom na segunda parte. Por isso mesmo, acho que o resultado se ajusta."