Mário Silva: os sonhos como jogador e treinador e a análise ao empate na estreia

Mário Silva: os sonhos como jogador e treinador e a análise ao empate na estreia
Redação com Lusa

Tópicos

Treinador do Rio Ave comentou o empate em Tondela na partida de estreia na I Liga.

Objetivo: "O ​​​​​​​nosso objetivo é claro, fazer um jogo consistente durante os 90 minutos, agora, sabemos que temos um adversário que joga, que trabalha, que luta, que cria dificuldades também.

Primeira parte: "Na primeira parte, não entrámos bem, não tivemos intensidade e agressividade em termos ofensivos e defensivos que desejamos. Sofremos um golo de bola parada, provavelmente, num momento em que o jogo estava dividido, mas a verdade é que queremos fazer melhor".

Segundo tempo: "Fizemos melhor na segunda parte e tenho de dar os parabéns por essa diferença entre as primeira e segunda partes, dizendo-lhes que não queremos que seja tão distante o rendimento de uma para a outra".

Análise geral: "De uma forma geral, pela nossa segunda parte, poderíamos ter saído vencedores e, se saíssemos vencedores, com todo o respeito, éramos justos vencedores, porque tivemos um jogo partido na primeira parte, apesar de não estarmos bem, e superioridade grande na segunda parte".

Sentimento por se estrear no comando do Rio Ave na I Liga: "Estou feliz. Enquanto jogador sonhava ser profissional de futebol e ser jogador de primeira divisão. Enquanto treinador, quando comecei sonhava com o momento de ser treinador profissional da I Liga e estou feliz por isso e agradeço ao Rio Ave pela oportunidade que me deu, mas estou triste, porque a estreia era bem mais bonita se ganhasse os três pontos."