Capucho arrasa os jogadores: "Inadmissível"

Capucho arrasa os jogadores: "Inadmissível"

Nuno Capucho, treinador do Rio Ave, não escondeu a irritação com a exibição da equipa em Paços de Ferreira.

Depois de vencer o Sporting por 3-1, o Rio Ave perdeu (2-1) em Paços de Ferreira e Nuno Capucho não poupou os jogadores, sobretudo pelo que (não) fizeram no primeiro tempo. "Só jogámos 45 minutos. Espero que para os meus jogadores seja uma lição e que não volte a acontecer: não quisemos jogar os primeiros 45 minutos, não estávamos disponíveis para o jogo, perdíamos a primeira e a segunda bola. Sofremos um golo de bola parada e outro na sequência de um lançamento de linha lateral. Ando no futebol há muitos anos, mas isto, para mim, é inadmissível. Não consigo admitir as pessoas, os profissionais, não quererem jogar futebol. Se o Paços de Ferreira estivesse a ganhar 4-0 ao intervalo mas a merecer e a jogar bem, com mérito, aceitava naturalmente. Assim, não", apontou Capucho.

"O futebol tem de ser levado com seriedade, mas as pessoas têm que se divertir. As pessoas divertem-se a discutir e falar de futebol no país, e ainda bem. O que tento sempre alertar aos meus jogadores é para serem leais e sérios desde o primeiro ao último minuto, respeitando o futebol", disse ainda o treinador.