"Vou inspirar-me em Sérgio Conceição. Foi o melhor treinador que tive"

"Vou inspirar-me em Sérgio Conceição. Foi o melhor treinador que tive"

Guillaume Gillet vai ser adjunto do Anderlecht após pendurar as chuteiras e tem um modelo a seguir.

Guillaume Gillet, médio de 38 anos, colocou um ponto final na carreira de futebolista, depois de representar Waasland-Beveren, e vai abraçar a primeira aventura enquanto técnico, neste caso adjunto de Felice Mazzu no Anderlecht.

Internacional belga em 23 ocasiões, Gillet trabalhou com Sérgio Conceição no Nantes, em 2016/17, e admite que tem no português um modelo a seguir. "Sei como é difícil para os jogadores estarem no máximo quando não são opção. Vou saber puxá-los para cima, inspirando-me no que Sérgio Conceição me ensinou em Nantes. Ele foi realmente o melhor treinador que tive", afirmou ao portal "La Meuse".

"Quero inspirar-me nos seus métodos, nos discursos e na abordagem incomparável que tinha para manter o grupo motivado. Sabe adaptar-se em todas as circunstâncias e adversários, dando às vezes mais importância aos suplentes do que aos titulares", disse ainda sobre o atual técnico do FC Porto.

Gillet, além do Nantes, registou passagens por Gent, Anderlecht, Bastia, Olympiacos, Lens e Charleroi, entre outros.