Tribunal da Relação confirma multa a Adelino Caldeira por agressão a Nuno Lobo

Tribunal da Relação confirma multa a Adelino Caldeira por agressão a Nuno Lobo

Episódio ocorreu na época 2012/13, durante um encontro entre Estoril e FC Porto.

A Associação de Futebol de Lisboa informou esta quarta-feira que o Tribunal da Relação confirmou a decisão do Tribunal de Primeira Instância no âmbito do processo-crime avançado pelo presidente Nuno Lobo contra Adelino Caldeira, vice-presidente e administrador da SAD do FC Porto acusado de agressão.

Recorde-se que o Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste (juízo local de Cascais) tinha condenado Caldeira ao pagamento de uma multa (2100 euros).

O incidente ocorreu durante o Estoril-FC Porto (2-2) da época 2013/14, então referente à quinta jornada do campeonato. Nuno Lobo queixou-se de ter levado uma palmada nas costas quando celebrava um penálti a favor da equipa canarinha.

"A Associação de Futebol de Lisboa não pode deixar de se congratular", refere o documento, vincando que "espera que com tal decisão, que condena um episódio de violência desportiva (...), este tipo de comportamentos censuráveis sejam, definitivamente, banidos do futebol e do desporto português.

"Os exemplos de recta conduta têm de vir dos principais responsáveis e dirigentes desportivos. Daí que os mesmos tenham especial responsabilidade na adoção de um comportamento civilizacional, sem prejuízo dos afetos e das responsáveis manifestações clubísticas", remata a Associação de Futebol de Lisboa.