Trapp quer o FC Porto e até a namorada brasileira pode ser decisiva

Trapp quer o FC Porto e até a namorada brasileira pode ser decisiva
António M. Soares

Tópicos

O guarda-redes alemão do PSG continua na pré-temporada do clube parisiense e a imprensa francesa insiste que Trapp tem o FC Porto como preferência

Depois de Thomas Tuchel, treinador do Paris Saint-Germain, ter contornado as questões relativas ao futuro de Kevin Trapp, na conferência de Imprensa do particular com o Inter, sublinhando que "este não é o momento para confirmar o que quer que seja sobre o assunto", a verdade é que o L'Équipe insiste na preferência do guarda-redes alemão pelo FC Porto, que o próprio terá confessado em privado.

Noivo de uma manequim brasileira - Izabel Goulart -, Trapp fala já alguma coisa de português e veria com melhores olhos a possibilidade de poder disputar a Liga dos Campeões com os azuis e brancos; enquanto o Eintracht de Frankfurt, que contou com o guarda-redes alemão emprestado pelo Paris Saint-Germian na época passada, começou a disputar o apuramento para a fase de grupos, mas da Liga Europa.

O problema, segundo escreve o L'Équipe - que insiste na preferência do alemão pelo FC Porto - , é o ordenado bruto de 350 mil euros mensais que Trapp aufere no Paris SG e que é incomportável quer para o FC Porto, quer para o Eintracht de Frankfurt, embora o jornal adiante haver um terceiro clube, desconhecido, na corrida pelo guarda-redes. A solução para contornar o ordenado, escreve o jornal, passaria por negociar um contrato de longa duração que permitisse a Trapp não perder muito dinheiro.

De qualquer forma, Thomas Tuchel garantiu que Kevin Trapp vai ter a sua oportunidade na digressão dos parisienses pela Ásia: "Deverá jogar os 90 minutos do próximo particular contra o Sydney [terça-feira]".