Toni Martínez faz golos que valem ouro e em Espanha dizem que é um talismã

Toni Martínez faz golos que valem ouro e em Espanha dizem que é um talismã

Avançado espanhol marcou em apenas cinco jogos, mas foi decisivo em três deles, nas vitórias sobre Sporting, Lázio e Famalicão.

Os dedos de uma mão são suficientes para contar os jogos em que Toni Martínez marcou esta época. Mas a importância dos golos do espanhol em boa parte deles foi tremenda para o FC Porto.

Os triunfos com o Sporting (na quinta-feira), a Lázio e o Famalicão foram obtidos graças aos remates certeiros do avançado - Belenenses e Sintrense foram as outras vítimas -, que em Espanha começa a ganhar a reputação de talismã.

Foi essa, pelo menos, a expressão utilizada pelo principal jornal desportivo do país vizinho (Marca) na ressaca do momento de glória de Toni contra os leões, que o colocou entre Evanilson e Taremi no ranking de atacantes portistas que menos tempo precisam para marcar. O brasileiro festejou a cada 134 minutos, o espanhol a cada 140 e o iraniano a cada 143.

O golo com o Sporting, obtido 55 segundos depois de ser lançado por Sérgio Conceição, numa diagonal curta que lhe é muito característica, fez de Toni Martínez notícia em várias latitudes e chegou à Arábia Saudita.

Aproveitando uma publicação do atacante nas redes sociais, em que destaca a presença do FC Porto no Jamor, Marega deixou um agradecimento ao ex-companheiro. "Muito obrigado, Toni goleador", escreveu o maliano, que alinha atualmente no Al-Hilal.

De resto, Toni foi também protagonista na rubrica "Eu e mais quatro", divulgada pelos dragões no Twitter, em que escolheria Casillas (guarda-redes), Marcano (defesa), Iniesta (médio) e Falcao (atacante) para o acompanhar numa equipa. Iker seria o capitão e Marcano o treinador, pela seriedade com que trabalha todos os dias.