Tiago Antunes contraria no TAD relatório da expulsão de Brahimi em Braga

Tiago Antunes contraria no TAD relatório da expulsão de Brahimi em Braga

Francisco J. Marques recordou o caso em que foi suspenso dois jogos, por expulsão em Braga.

O FC Porto conheceu esta terça-feira o resultado do recurso que apresentou ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) a propósito dos dois jogos de suspensão aplicados a Brahimi por expulsão em Braga, na época passada. Na altura, o jogador foi suspenso por, alegadamente e de acordo com relatório do árbitro Hugo Miguel, ter "encostado a cabeça" ao quarto árbitro, Tiago Antunes, entretanto despromovido à segunda categoria. O castigo foi agora reduzido para um jogo, mas como já foi cumprido, nem é isso que está em questão.

"O TAD alterou a matéria de facto provada e deu como não provado que Brahimi tenha encostado a cabeça a Tiago Antunes e deu como provado, com base no testemunho de Tiago Antunes, que a cabeça do jogador ficou entre 20 a 50 centímetros da cabeça do quarto árbitro", enunciou Francisco J. Marques no Porto Canal. "Hugo Miguel, por indicação de Tiago Antunes, escreveu que Brahimi encostou a cabeça . Agora, o mesmo Tiago Antunes, confrontado com o caso, disse que a cabeça ficou entre 20 a 50 centímetros", referiu o diretor portista. "Não é aceitável que a descrição feita na altura ao árbitro principal, não condiga com a verdade. Hugo Miguel não tem culpa, mas não é aceitável. Tiago Antunes foi, entretanto, despromovido porque é fraco. E quem tem comportamentos destes não pode apitar na 1ª categoria. Nem em nenhuma, aliás", acusou Francisco J. Marques