"Tenho a certeza de que com outro treinador o FC Porto estaria mal"

"Tenho a certeza de que com outro treinador o FC Porto estaria mal"
Carlos Pereira Santos

Tópicos

ENTREVISTA (Parte 1) - Jorge Costa não perde nada do que se passa no futebol português, e muito menos a atualidade do FC Porto. A distância nunca lhe levou o amor pelo clube onde foi capitão e se tornou uma referência.

A pandemia interrompeu a luta pelo título, que estava a ser renhida. Jorge Costa olha para este FC Porto e vê muito de Sérgio Conceição, principalmente no espírito da equipa.

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS

Não se sabe ainda como vai terminar o campeonato. Achava bem que o título fosse entregue ao FC Porto?

-Não, acho que não seria justo. Não por aquilo que já se jogou até agora, mas por aquilo que falta jogar. Até agora, não tenho dúvidas de que o FC Porto foi melhor e merece ser o primeiro.

Por mérito próprio ou por demérito do Benfica?

-Sem dúvida, por mérito do FC Porto. O Benfica pode ter escorregado algumas vezes, mas o FC Porto teve o mérito de saber aproveitar isso e de dar a volta a uma fase menos boa por que passou ao longo da época. Há muito mérito do FC Porto, e julgo que isso é reconhecido por quem sabe ver futebol.

Concorda com quem diz que o FC Porto tem uma das equipas mais frágeis dos últimos anos?

-Não, de maneira alguma. O FC Porto tem uma equipa forte, tem bons jogadores, e tem uma coisa a mais, em comparação com a maior parte das equipas do campeonato: a raça. Esse é um valor muito importante. Para além de achar que tem também uma equipa competitiva. Claro, não tem um plantel como teve há sete ou oito anos - não tem o Hulk, o Falcao, o Guarín, o Lucho, o James -, mas continua a ter bons jogadores e o tal espírito que será uma mais-valia no que falta para terminar a época, seja lá quando for.

Essa raça tem muito a ver com o treinador?

-Bem, sou seguramente suspeito para falar do treinador, porque o Sérgio Conceição deve ser o melhor amigo que fiz no futebol.

Mas deve ter uma opinião...

-Claro que sim e, se calhar, o conhecimento que tenho dele até me dá algum direito de opinar. Não vou dizer que foi uma surpresa o que o Sérgio conseguiu fazer no FC Porto nestes últimos três anos, mas confesso que no início estava expectante, porque havia uma série de questões, como o fair play financeiro, que não lhe permitia fazer a equipa que provavelmente lhe daria mais segurança. Mas foi uma agradável surpresa. Qualidade ele tem, mas às vezes não chega. Ele soube montar uma equipa com engenho e torná-la campeã, contra todas as expectativas.

Há mesmo muito de Sérgio Conceição neste FC Porto...

-Tenho a certeza de que, com outro treinador, o FC Porto não teria conseguido o que conseguiu. Estaria mal.

A MELHOR DECISÃO DO PRESIDENTE

Muito se fala sobre más decisões que foram tomadas nos últimos anos pela SAD portista e, por inerência, pelo presidente. Sem querer ir por aí, Jorge Costa tem uma certeza. "Contratar o Sérgio Conceição foi uma das melhores decisões do presidente nos últimos anos. Sem querer tirar o mérito à qualidade dos jogadores, o Sérgio Conceição deu vida às últimas equipas do FC Porto, e com poucos meios, ou pelo menos com menos meios do que outros treinadores num passado recente, que tinham obrigação - e tiveram condições para isso - de fazer melhor do que fizeram. Sim, não tenho quaisquer dúvidas de que contratar o Sérgio Conceição foi uma das melhores decisões do presidente Pinto da Costa nos últimos tempos. O Sérgio conhece o clube, cresceu lá, aprendeu lá, sabe muito bem o que é preciso para vencer no FC Porto, e no FC Porto só pode haver um pensamento, vencer e, claro, dar tudo pelo clube".