Taremi: "Tinha ofertas do Benfica e do Sporting, mas escolhi o FC Porto porque é muito forte"

Taremi: "Tinha ofertas do Benfica e do Sporting, mas escolhi o FC Porto porque é muito forte"
Redação

Tópicos

Mehdi Taremi lembrou a chegada ao futebol europeu, pela porta do Rio Ave, onde deu nas vistas antes de rumar ao Dragão.

Mehdi Taremi, avançado que tem estado em foco na temporada de estreia no FC Porto, concedeu uma entrevista à revista Dragões e confirmou que teve outras propostas do futebol português.

"Tinha ofertas do Benfica e do Sporting, mas escolhi o FC Porto porque é uma equipa muito forte e mais famosa do que o Benfica no Irão. A maioria dos fãs com quem falei dizia para vir para o FC Porto e a minha preferência também era essa. Quando acabou a última época e fui um dos melhores marcadores, pensei que se pudesse vir para o FC Porto poderia exibir-me ainda melhor do que no Rio Ave, porque teria mais oportunidades. É a equipa campeã, joga na Liga dos Campeões, ganha troféus. Era o meu sonho", comentou o jogador à publicação.

Taremi, 28 anos, leva 12 golos em 27 jogos apontados de dragão ao peito. Chegou à Europa na temporada 2019/20, para o Rio ave, após uma passagem pelo Catar. "Sempre pensei em jogar na Europa. Podia ter vindo mais cedo, mas tive alguns problemas e não se concretizou. O meu sonho sempre foi a Europa. Quando estava no Catar, depois do Mundial 2018, tive muitas propostas, só que não me deixavam sair. Mais tarde, quando me tornei jogador livre, sabia que se calhar já não era a melhor altura para vir para a Europa, mas quis tentar, ver o que acontecia, ver se conseguia melhorar e testar a minha qualidade. Tinha esta ambição desde os 21 ou 22 anos, mas para os jogadores iranianos é muito difícil sair cedo do país. Depois fui para o Rio Ave, tive uma grande temporada e, quando estava lá, dizia para mim próprio: consigo ser o melhor aqui, posso ir mais longe. Fiz tudo para ser profissional no Rio Ave e depois vim para aqui", lembrou.

Taremi recusa atirar a toalha ao chão no campeonato, mesmo sabendo que a distância para o Sporting pode atingir os oito pontos se os leões vencerem, terça-feira, o Gil Vicente, em Barcelos. "Perdemos alguns pontos porque foi difícil estar a disputar tantas competições ao mesmo tempo, mas acredito que no futuro vamos chegar ao nosso lugar", rematou.