"Taremi é uma das figuras mais éticas, disciplinadas e comprometidas..."

"Taremi é uma das figuras mais éticas, disciplinadas e comprometidas..."
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Presidente da Federação Iraniana garantiu que o caso entre o avançado do FC Porto e o selecionador está resolvido e expressou desejo de o ver conquistar o Prémio Puskás.

A novela do afastamento de Taremi da seleção do Irão conhece por estes dias os últimos capítulos, com o pré-anuncio do regresso do atacante do FC Porto para os próximos compromissos daquela equipa asiática, agendados para o final do mês. De resto, o presidente da federação local abordou esta quinta-feira o assunto e vincou que o problema que Mehdi teve com o selecionador, Dragan Skocic, "não foi grave".

"Esperamos vê-lo no próximo estágio", referiu Azizi Khadem, citado pelo portal "Fars News", embora ressalvando que a "ordem e respeito mútuo" é "um requisito na seleção". "Manter o respeito e o profissionalismo são alguns pontos essenciais e a que todos devem aderir. Apoiamos a equipa técnica da seleção nacional. A federação não renuncia os seus princípios profissionais e éticos e as decisões do selecionador serão apoiadas com base numa conduta profissional. Esperamos que todos sigam em linha com um comportamento profissional. Os valores morais são importantes para nós. Esperamos que o Taremi esteja com a seleção nacional nos próximos estágios", repetiu.

Seja como for, o caso de Taremi com Skocic não alterou minimamente a forma de pensar do líder federativo iraniano, que está a torcer por mais uma conquista do portista. "O Taremi trabalhou bastante para a seleção nacional. Pessoalmente, espero que o Mehdi [Taremi] ganhe o Prémio Púskas", afirmou Azizi Khadem. "Ele é um das figuras mais éticas, disciplinadas, comprometidas e trabalhadores do futebol iraniano, que conquistou vários prémios para o nosso futebol e é um dos embaixadores do futebol iraniano e asiático globalmente", concluiu.