"Sofremos um quarto golo que já não estava habituado a ver"

"Sofremos um quarto golo que já não estava habituado a ver"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações do treinador Sérgio Conceição no final da partida da segunda jornada do grupo da Liga dos Campeões, que os ingleses venceram por 5-1.

Sobre o jogo: "Foi mau demais. Na minha opinião, foi vergonhoso o que aconteceu hoje. Na Liga dos Campeões e contra um adversário cheio de qualidade, que pressiona muito forte e que sai com muito perigo para atacar a baliza adversária, fizemos apenas nove faltas durante o jogo. Não é normal."

Responsável: "Houve muita coisa má. O principal responsável sou eu, como treinador, assumo esta derrota. Tenho de falar com o presidente, porque certamente a mensagem para os jogadores não passou, e quando assim é o mais importante é o FC Porto. A partir do momento que eu acho que aquilo que é pedido não é feito, ou não se tente fazer, não estou aqui a fazer nada."

Princípios: "Há princípios que esta equipa tem de que não abdicamos para jogar a este nível. Nomeadamente a organização no jogo e a capacidade de sermos agressivos e intensos, porque só assim podemos ombrear com grandes equipas na Liga dos Campeões, como o fizemos várias vezes nos últimos quatro anos."

Atenuantes: "Podemos arranjar aqui algumas atenuantes, como termos perdido o Pepe no último segundo do aquecimento e não termos conseguido seguir a estratégia que tínhamos planeado. Não houve tempo para mudar nada, só lançar o Fábio Cardoso, que mesmo sem minutos de jogo, fez o melhor possível, não lhe podia pedir mais.

O quarto golo: "No início do jogo, o Otávio também se lesionou, e ficámos sem um elemento crucial no equilíbrio do corredor central, e no primeiro remate do adversário fizeram golo, num lance consentido, em que nem nos treinos cometemos aqueles erros, tal com o segundo, aos 45 minutos. Ainda fizemos o 3-1, mas logo depois sofremos um quarto golo que muito sinceramente já não estava habituado a ver".