Soares fechado na China: confira os pormenores do negócio

Soares fechado na China: confira os pormenores do negócio
Manuel Casaca / André Morais

Tópicos

Avançado vai assinar por três anos e três meses com o Tianjin Teda

O negócio Soares está fechado e o avançado vai mesmo jogar no Tianjin Teda, da China, nos próximos três anos e três meses, que é como quem diz até ao final desta época e por mais três temporadas.

O FC Porto vai arrecadar cerca de 10 milhões de euros, valor que ainda está por confirmar, mas que há algum tempo foi fixado como referência para a transferência do melhor marcador da equipa na última época e principal goleador dos dragões desde que chegou, em janeiro de 2017. Foram 64 golos ao todo, quase 20 por época em média, um terço deles de cabeça, característica que o foi distinguindo dos demais e permitindo que se mantivesse como primeira opção regular, ora com a concorrência de André Silva, ora de Aboubakar e, mais recentemente, de Zé Luís.

A menos de um ano de terminar contrato, Soares teve um par de equipas interessadas mas, nesta fase, a quatro meses de completar 30 anos, privilegiou também a componente financeira. Vai auferir cerca de três milhões de euros limpos por ano, num bolo total de 10 milhões de euros.

A possibilidade de renovar pelo FC Porto colocou-se há algum tempo, mas rapidamente se percebeu que os dragões não teriam argumentos financeiros para o convencer e nem pretendiam impedir que o jogador assinasse o contrato da sua vida, até pelo elevado profissionalismo que sempre revelou, mesmo noutras fases em que foi assediado. Aliás, o compromisso de Tiquinho foi tão grande que Sérgio Conceição chegou a pensar nele para a equipa titular neste início de época, o que até poderia ter acontecido se o FC Porto se apresentasse em 4x4x2.

A transferência já estava alinhavada e agora foi mesmo fechada. Domingo de manhã o avançado já não participou no treino-conjunto com a equipa B que Conceição preparou para todos os que não jogaram com o Braga.

É possível que o jogador ainda volte na terça-feira ao Olival para se despedir, mas é garantido que segue esta semana para o Tianjin Teda, que está no último lugar no Grupo B da Superliga chinesa com apenas dois pontos em 11 jogos. Sandro Lima (ex-Gil Vicente) é o outro avançado brasileiro da equipa. A saída deve ser oficial entre esta segunda-feira e amanhã, terça-feira.