Sérgio e o segundo golo do Feyenoord: "Há coisas difíceis de explicar"

Sérgio e o segundo golo do Feyenoord: "Há coisas difíceis de explicar"

Declarações do treinador do FC Porto após a derrota em casa do Feyenoord.

O FC Porto perdeu por dois golos sem resposta frente ao Feyenoord, na segunda jornada da fase de grupos da Liga Europa. Sérgio Conceição foi convidado a explicar o segundo golo da equipa holandesa, apontado por Karsdorp.

"Num dos pontos fortes da nossa equipa, que é a agressividade, não estivemos num grandíssimo nível. Estou a falar na agressividade do movimento, do encurtamento, na forma como se concretiza uma jogada, como se finaliza. Mesmo nas próprias faltas, há um desnível grande entre o que fomos nós e o que foi o adversário", introduziu.

"Há coisas difíceis de explicar... Uma recuperação nossa, uma perda de bola e, depois, também alguma fadiga, por estar sempre em cima do adversário e foi um momento em que foi aproveitada alguma facilidade e talvez essa falta de agressividade nesse segundo golo, o que, depois, complicou muito mais o jogo", declarou.

Segue-se o jogo em casa com o Rangers, que venceu perdeu em casa do Young Boys por 2-1, "As equipas têm todas três pontos, é um jogo para ganharmos, quanto a isso não há nada a fazer. Temos de olhar em frente. Via a equipa num momento muito bom. Sabíamos de algumas das fragilidades desta equipa do Feyenoord. Hoje, teve num patamar mais elevado do tem estado no passado recente e nós talvez um bocadinho abaixo do que normalmente somos", vincou.