Conceição questionado sobre o mercado: "É o que é..."

Conceição questionado sobre o mercado: "É o que é..."
Redação / Joana Carvalho (vídeo)

Tópicos

Treinador do FC Porto, na antevisão do jogo com o Braga, analisou o início da época

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, assegura que a sua equipa está em a postos e que vai partir para a nova época forte na luta pela revalidação do título

Estado de espírito da equipa:

"Está bem apesar desta época ser diferente das outras mas estamos preparados para iniciar campeonato para defender aquilo que conquistamos e se possível fazer algo mais nas competições internas. Trabalho foi bom, estado espírito bom, estamos prontos para amanhã, um jogo sempre difícil mas que vai apanhar um FC Porto de acordo com a época passada."

Início de época e ideias novas:

"Temos algumas nuances dentro do que é o nosso modelo de jogo. Obviamente que se chegam jogadores, eles fazem parte da equipa e podem acrescentar algo. Também percebemos que o contexto em que estavam inseridos é diferente do que aquele que encontram no FC Porto e isso leva o seu tempo naquilo que é o conhecimento do jogador em relação às situações novas para e nós fazemos questão de conhecer cada jogador dentro e fora do campo. Não quer dizer que não deem o seu contributo porque são inteligentes e assimilam bem as ideias que temos."

Principais preocupações com pandemia:

"Ninguém se sente confortável e principalmente agora com o aumento de novos casos. Não é bom para a sociedade, temos de continuar a nossa estrada e a cada dia vamo-nos apercebendo do que fazer. Apelo aos cidadãos para sermos cuidadosos e assim podermos sair bem desta situação nada fácil."

Início de época no contexto do mercado de transferências:

"Sabemos que o mercado é o que é. Não somos dos países mais competitivos, pelas dificuldades dos clubes portugueses. Estamos sujeitos também àquilo que são as saídas de um ou outro jogador, por esse poder financeiro de outros campeonatos, mas é a vida de todas as equipas. Temos de estar preparados para estar à altura de saídas se acontecerem, porque isto é a vida. Há jogadores que ficam muito tempo, outros não. O futebol é isto. Temos de estar focados no clube com quem temos contrato e nos jogos que vamos fazendo. Os jogadores pensam dessa forma e faço questão que pensem assim. A prova que tenho é que posso confiar e vejo a equipa a treinar de forma fantástica, isso quer dizer que pensam como eu."