Sérgio Conceição sobre o castigo aplicado a Pepe: "É revoltante"

Sérgio Conceição sobre o castigo aplicado a Pepe: "É revoltante"

Declarações de Sérgio Conceição na antevisão ao jogo com o Sporting, da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, agendado para as 20h15 de quinta-feira.

Sporting: "Estou à espera de um adversário na máxima força. Não há margem de conforto, estamos a meio da eliminatória. Faltam 90 e poucos minutos para atingir a final da Taça de Portugal, que é um objetivo, não se pode categorizar se é o segundo ou terceiro [objetivo]. Vai ser um jogo à imagem dos que têm sido os jogos com este rival, competitivo. Espero que no final possamos todos festejar a nossa ida ao Jamor"

Castigo de Pepe: "É o timing que vocês sabem. Depois de tudo o que se passou, é revoltante. É o futebol que temos. Vou repetir uma frase que disse há uns tempos atrás: não vale tudo para se ganhar."

Impacto no grupo: "O impacto é o que referi há bocado. Temos de ter o discernimento e capacidade de juntos sermos ainda mais fortes."

Sporting afastado do título e ainda Pepe: "Não estou minimamente preocupado com o estado de espírito do adversário. Estou preocupado em preparar bem o jogo e obviamente que tivemos esta notícia... O Pepe ia jogar e temos que preparar uma solução. Temos centrais que dão garantias, mas o Pepe é um dos capitães da nossa Seleção e que foi decisivo para a nossa ida ao Mundial. E agora somos privados do nosso capitão num momento decisivo. O estado de espírito do rival não tem nada a ver com isso e o Rúben não tem culpa de ter um plantel na máxima força."

Coincidências: "Fui alertando, há um mês, cheirava-me... Não foi surpresa, é revoltante confirmar-se o que eu suspeitava. Houve alguma aceitação, fui alertando que podia acontecer. Começam a ser demasiadas coincidências."