Conceição, os "rodriguinhos" e "mau perder": "Não temos de levantar a cabeça"

Conceição, os "rodriguinhos" e "mau perder": "Não temos de levantar a cabeça"

Declarações de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, na sala de Imprensa, após a derrota 1-0 em Braga, na 31ª jornada da Liga Bwin.

Análise: "Entrámos bem, tivemos situações em que podíamos ter marcado. Aqui ou acolá tivemos alguma lentidão na circulação. Na primeira parte faltou-nos alguma agressividade com e sem bola, essas variações que não provocámos. Podíamos e devíamos explorar uma ou outra fragilidade da linha defensiva do Braga, também não estivemos tão bem na primeira parte. Na segunda parte, quando estávamos a atacar, criámos uma situação, depois houve o golo do Braga. A partir daí tivemos sempre pouco esclarecidos, com falta de eficácia na finalização, mas obviamente que por aquilo que criámos não merecíamos sair daqui com esta derrota."

FC Porto foi uma equipa de "rodriguinhos" [muitos toques na bola]? "É verdade que, por vezes menos toques na bola e um ritmo mais elevado são necessários para desmontar uma boa organização defensiva do adversário, perante um bloco baixo. O Braga sabia o poderio do FC Porto, quis limitar muito o nosso jogo interior, e nós não fomos inteligentes o suficiente para descobrir o espaço necessário. Não direi "rodriguinhos", mas por vezes demos muitos toques na bola. Era preciso menos toques, variações diretas para criar situações de um para um. Faltou-nos algumas coisas no nosso processo ofensivo e sermos inteligentes no jogo nesse sentido. Mas o que fizemos era suficiente para não sair daqui com uma derrota, não tenho dúvida absolutamente nenhuma."

Que impacto esta derrota pode ter na equipa? "Costumam dizer que tem de se levantar a cabeça. Não acho que se tenha de levantar a cabeça, temos de pensar no jogo, baixar a cabeça, pensar no jogo que fizemos aqui, o que não fizemos e devíamos ter feito. Não estamos habituados a perder. Temos mau perder. Temos de pensar e lembrar este jogo, trabalhar em cima dele, pensando no Vizela, e dedicando ao máximo durante a semana para no fim de semana a equipa ser mais competente."