Sérgio Conceição: "Foi a pior primeira parte desde que sou treinador, desde sempre"

Sérgio Conceição: "Foi a pior primeira parte desde que sou treinador, desde sempre"
Redação com Lusa

Tópicos

Treinador do FC Porto comentou empate caseiro frente ao Boavista, 2-2.

Primeira parte desastrosa: "Foi uma primeira parte desastrosa da nossa parte, entraram as camisolas mas as camisolas não jogam. É preciso correr, ter dinâmica, depois da perda da bola reagir a essa perda, a transição ataque-defesa foi muito muito má e estávamos avisados para isso tudo. Às vezes as pessoas podem confundir o que é jogar no FC Porto. Como já disse, não basta ter contrato, é preciso mais. Não basta ser da formação, não basta ser bonito nas redes sociais. É preciso algo mais do que demonstrámos na primeira parte. É irreconhecível. Foi a pior primeira parte desde que sou treinador, e não é desde que cheguei ao FC Porto, é desde sempre. Na segunda parte retificámos e fomos a equipa que costumamos ser."

Principal culpado foi o FC Porto: "Começo por dizer, para não me interpretarem mal, porque há muita gente que gosta de comentar: os principais culpados fomos nós, o Boavista não tem culpa. E penso que se continuar a jogar assim, com esta agressividade, vai continuar na I Liga. Não os vi muitas vezes, mesmo com o professor Jesualdo Ferreira a ter esta dinâmica, a ser uma equipa agressiva mesmo sem bola. Fez o que lhe competia, tentou de alguma forma anular os nossos pontos fortes, tudo normal, estávamos precavidos para isso, nós não podemos é fazer o que fizemos na primeira parte."

Falta "aquela pontinha de sorte": "Também falta aquela pontinha de sorte. Tudo nos acontece. Primeiro golo do Boavista não há canto sequer, o Sérgio [Oliveira] falhou o penálti, faz parte do jogo. Foi o quinto jogo em 15 dias, nem 72 horas temos de recuperação, e alguns jogadores que foram tirados do jogo de forma injusta do jogo, porque não fomos prejudicados só nos últimos jogos, também fomos neste, ao nível de opções que normalmente tenho."