Sérgio Conceição fala da conversa ao intervalo e revela surpresa dos não convocados

Sérgio Conceição fala da conversa ao intervalo e revela surpresa dos não convocados

Declarações do treinador do FC Porto após a goleada no dérbi frente ao Boavista, por 4-0.

Análise: "Sabíamos que íamos apanhar um adversário complicado, que nos últimos jogos teve um comportamento fantástico, na qualidade de jogo e consistência que demonstrou como equipa. Era um jogo onde tínhamos de ser mais competentes nesse processo ofensivo, em concluir tudo o que estamos a criar. Comparando todos os dados depois da retoma, nos estamos em tudo superiores, só na finalização é que estávamos a pecar. Fomos competente, fizemos quatro golos, criamos mais quatro ou cinco oportunidades, bom jogo, principalmente na segunda parte. Vitoria do grupo de trabalho.

Conversa ao intervalo, segunda parte e surpresa dos não convocados: "Era importante ter alguma tranquilidade, e tranquilidade não é sinónimo de passividade ou algo do género. Tranquilidade porque sabia que se interpretássemos bem o que falámos ao intervalo íamos chegar ao golo. Era importante continuarmos consistentes defensivamente, e mudei um bocadinho a estrutura da equipa para a segunda parte. Os jogadores que entraram foram muito importantes na excelente segunda parte que fizemos. Hoje, e desde que estou aqui, há três anos, o espírito de grupo é fantástico, mas hoje ficou demonstrado verdadeiramente que temos um grupo que quem fica no banco está a torcer pelos colegas. E quem ficou na bancada, hoje fizeram surpresa e apareceram no hotel e isso é bem demonstrativo da solidariedade e do espírito de grupo que há aqui".