Sérgio Conceição e o período de adaptação dos reforços: "Os jogadores são todos diferentes"

Sérgio Conceição e o período de adaptação dos reforços: "Os jogadores são todos diferentes"
Vanda Pinto / Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Declarações de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, em conferência de Imprensa de antevisão à deslocação a Vizela (domingo, 18h00), na segunda jornada da Liga Bwin.

Vizela: "É uma equipa que tem mais um ano de experiência e trabalho juntos, com o Álvaro Pacheco, que fez um trajeto fabuloso nos últimos anos. Cada vez mais é uma equipa mais sólida. Jogo difícil, de campeonato, cabe-nos a nós ter as despesas do jogo para conquistar três pontos importantíssimos nesta maratona que é o campeonato."

Entrada de Otávio no onze, pensou nisso? Há probabilidade alta de isso acontecer? "Pensar nisso é o meu trabalho. Há probabilidade de entrarem 11 jogadores, altíssima. Só se ficarem doentes e não tivermos 11. Faz parte do meu trabalho ver quem está melhor para iniciar o jogo."

Carmo pode entrar mais rapidamente no onze do que outros reforços? "Os jogadores são todos diferentes uns dos outros. A origem deles, as realidades e contextos diferentes também. O que me deixa satisfeito é sempre aquilo que eles me dão diariamente, a seriedade que metem no trabalho, a dedicação que tem, trabalharem sempre no limite para que possa ter algumas dores de cabeça. É o meu trabalho também, escolher o melhor 11, os jogadores que eu penso que amanhã estarão nos diferentes parâmetros e estratégia, que penso que são os melhores, percebendo que temos mais reforços no banco que nos podem ir ajudando, dependendo do que o jogo nos der. Estou aqui há cinco anos e todos os anos o grupo é bom. Os jogadores que vai entrando, que não jogam tanto ao longo da época, a dedicação é grande e acaba por não se nota. Dão sempre repostas positivas. Seja o Otávio, David Carmo, Veron, seja quem for. O importante é ter esse estado de espírito. Alguns terão um período maior de adaptação, que vêm de contexto diferentes, outros pertencem ao nosso campeonato e têm mas facilidade em perceber o que é ser Porto. Olhando para isso, cabe-me a mim escolher os jogadores."

Vizela vai causar mais problemas? "Conhecemos as características do Vizela. Quando não tem bola é agressiva, contra o Rio Ave o avançado isolou-se a partir dessa agressividade. 4x3x3, muito similar ao que era o ano passado, mas tem utilizado Kiki Bondoso na frente como avançado, no ano passado jogou mais como ala. Analisámos tudo o que o Vizela fez na pré-época. Fomos ver tudo o que fez. Ganhou num daqueles campos difíceis de jogar, que é o do Rio Ave. Máximo respeito e máxima humildade para irmos a Vizela ganhar os três pontos."