Sérgio Conceição e as palavras após o Marítimo-FC Porto: "Não saiu aquilo que eu queria"

Sérgio Conceição e as palavras após o Marítimo-FC Porto: "Não saiu aquilo que eu queria"

Treinador do FC Porto abordou a revolta expressada após o empate (1-1) no reduto do Marítimo, na quarta-feira.

Sérgio Conceição foi questionado este sábado sobre as palavras proferidas após o empate (1-1) entre Marítimo e FC Porto, na nona jornada da I Liga, e referiu que mantém "exatamente o mesmo sentimento". Quanto às palavras utilizadas, não ter dito "o que queria que tivesse saído".

"Aquilo que aconteceu no último jogo já foi dissecado, já foi falado no treino, e o pós-jogo também. O meu sentimento é exatamente o mesmo. Agora, quanto às palavras ditas, não saiu aquilo que eu queria que tivesse saído", começou por referir o técnico dos dragões na antevisão ao duelo com o Aves.

Conceição, recorde-se, teceu críticas ao árbitro Jorge Sousa, ao estado do relvado do Estádio dos Barreiros e, quanto a possíveis críticas nas redes sociais, reagiu da seguinte forma: "Estou a c...", atirou na conferência pós-jogo.

Depois de falar sobre o sucedido, falou sobre os adeptos: "Antes de ser treinador, sou adepto do FC Porto. São essenciais para o clube e são eles que fazem a grandeza deste clube. Não quero dizer mais, porque não vale a pena. Sinto que sou muito acarinhado desde que cheguei", rematou Sérgio Conceição.