"Reyes teve uma proposta para sair em janeiro, mas nem quis ouvir falar do assunto"

"Reyes teve uma proposta para sair em janeiro, mas nem quis ouvir falar do assunto"
António M. Soares

Tópicos

O empresário garantiu a O JOGO que a prioridade do central está definida há muito e nem uma proposta recente o desviou dos objetivos que pretende atingir no FC Porto.

O mercado está de olhos postos em Diego Reyes, mas este não é o momento oportuno para abordar o assunto, a julgar pelas palavras de Matias Bunge, representante do central, que falou a O JOGO. "É verdade que há interessados em Itália, Inglaterra, Espanha e Alemanha", reconheceu, negando, contudo, os nomes noticiados nos últimos dias e que davam conta do interesse de Lázio, Inter e Nápoles. "Mas nunca falei em nomes de clubes", esclareceu o empresário.

Matias Bunge explica o contexto atual: "Nesta altura, o Diego está com a cabeça concentrada no FC Porto e em ser campeão. Nem quer ouvir falar em mais nada até ao final da época", garantiu, para apontar a conquista do título como a grande prioridade do central: "Está a trabalhar o melhor possível para alcançar o título, é a prioridade dele nesta fase, e depois chegar nas melhores condições ao mundial da Rússia."

Apesar de o contrato com o FC Porto ter entrado na reta final e expirar em junho, o mexicano não se quer precipitar. "Ele até teve uma proposta para sair em janeiro, mas nem quis ouvir falar do assunto. O Diego quis ficar, porque está muito concentrado no FC Porto para ser campeão, o que seria muito bom para ele e para o clube", revelou Bunge.

A questão da renovação não está esquecida, só espera um momento oportuno. "Temos conversado com o FC Porto, mas ainda não se tomou uma decisão em relação ao futuro, porque estamos numa fase decisiva da temporada e nesta altura é melhor esperar para não perturbar o percurso da equipa", justificou. "Ele quer terminar a temporada com títulos, seria importante para o lançar para o mundial", insistiu Bunge.

Titular nos últimos cinco encontros do FC Porto, Diego Reyes até marcou ao Braga, elevando para três o número de golos marcados esta época. "Nos últimos meses está a jogar e a ter o seu período mais regular desde que é jogador do FC Porto. É importante para ele conseguir jogar com regularidade e isso deixa-o satisfeito", reconheceu. "O que não quer dizer que o futuro dele vai passar pelo FC Porto. No final da época veremos, haverá certamente oportunidade para abordarmos o assunto com o FC Porto e ver o que se decide", explicou o seu representante.