"Quem sofre assim não pode passar"

"Quem sofre assim não pode passar"

Eliminação acontece por culpa dos jogos em casa e dos erros na defesa que sistematicamente o FC Porto cometeu. O treinador sintetiza assim a desilusão.

A eliminação e os golos sofridos: "É verdade que poderíamos ter saído com outro resultado, mas quem sofre golos como nós sofremos, ainda para mais contra a corrente do jogo, pois estávamos a mandar nele, dificilmente pode passar nesta competição. Não foi só hoje. Foi em vários jogos e esses erros ditaram o afastamento."

Jogos em casa: "Não é este resultado que nos elimina. Foram sobretudo os resultados dos jogos em casa. Claramente. É verdade que ganhando hoje seríamos apurados, mas em casa é que não conseguimos passar. Sabíamos que hoje seria difícil"

Fragilizado no FC Porto? "Já disse e repito: o meu futuro não é importante. Mais importante do que eu é o FC Porto. Está acima de tudo."

Liga Europa e ambições: "Vamos pensar no jogo com o Rio Ave, que é já domingo. Existem outras equipas muito fortes que passaram para a Liga Europa e o FC Porto é uma delas."