Presidente do FC Porto: "Quando nada ganhávamos, mantiveram a chama acesa"

Presidente do FC Porto: "Quando nada ganhávamos, mantiveram a chama acesa"
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Declarações de Pinto da Costa ao Porto Canal, no almoço de entrega das rosetas de diamante a sócios com 75 anos de ligação ao clube

O presidente do FC Porto considerou hoje que 75 anos de ligação ao clube, como acontece com alguns associados hoje agraciados, é um "amor permanente e eterno ao FC Porto, a merecer que lhes prestemos uma homenagem singela, mas muito sentida, para lhes dizer que estamos muito gratos, porque o FC Porto é isto; é uma ligação permanente".

"É um dia muito especial para mim e para todos eles, como já senti, porque trata-se de uma ligação de 75 anos com o FC Porto. No primeiro contacto com os sócios até ouvi uma coisa curiosa: tive alguns que me disseram que era a terceira vez que lhes colocava rosetas, porque tinha colocado a de 25, 50 e agora de 75", afirmou, em declarações ao Porto Canal, durante um almoço para entrega das rosetas de diamante.

Para Pinto da Costa, "estes sócios vêm de tempos em que anos e anos não ganhávamos nada, mantiveram a sua fidelidade e, por isso, hoje recebem a roseta de 75 anos, com muita felicidade para eles e muito maior para mim por lhas entregar".

Questionado sobre se esse período sem conquistas fortaleceu ligação destes sócios, respondeu "É evidente. Eu também senti isso, porque na primeira vez que vi o FC Porto ser campeão tinha 18 anos e depois só voltei a ver 19 anos depois, quando, agora, a juventude... poucos foram os anos em que não ganhou nada. É motivo de felicidade que seja assim agora, mas também o é porque estes sócios mantiveram sempre a chama do FC Porto e o apoio às nossas equipas, mesmo perdendo".