Pinto da Costa: "Ninguém foi tão brilhante como nós"

Pinto da Costa: "Ninguém foi tão brilhante como nós"
Ana Luísa Magalhães

Tópicos

O líder dos dragões lamentou o deslize que custou o triunfo e a aproximação à liderança, mas, à semelhança de Nuno Espírito Santo, vê sinais de que a equipa está no trilho certo

Nas primeiras declarações públicas após o empate (1-1) cedido em casa contra o Benfica, na décima jornada do campeonato, Pinto da Costa mostrou que está em sintonia com Nuno Espírito Santo. Na quinta-feira, o treinador do FC Porto sublinhou, em entrevista ao Porto Canal, que o melhor dos dragões ainda estava para vir e que o caminho a seguir passava por replicar a imagem transmitida frente à equipa da Luz. O presidente também ficou com sensações positivas e não encontra motivos para desânimo. O empate, imposto por uma cabeçada de Lisandro López aos 90"+2", soube a derrota para os dragões, que estiveram na iminência de ficar a apenas dois pontos da liderança, mas Pinto da Costa prefere valorizar a exibição - os azuis e brancos dominaram praticamente todo o encontro - e utilizá-la como demonstração de força. "Eu acho que a equipa fez a melhor exibição da época. Não só no que ao FC Porto diz respeito, mas não vi ainda, nos diversos jogos, alguém ter uma atuação melhor e tão brilhante como a que nós tivemos", frisou, ontem, o líder do FC Porto, em declarações a O JOGO, à margem da tomada de posse de Carlos Carvalho como presidente do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol do Porto.

LEIA MAIS NA EDIÇÃO IMPRESSA OU E-PAPER