Pinto da Costa fala da final da Taça de Portugal e destaca a regionalização

Pinto da Costa fala da final da Taça de Portugal e destaca a regionalização

Texto do presidente do FC Porto, Pinto da Costa, publicado na revista da final da Taça de Portugal, na qual a equipa portista defronta o Tondela a partir das 17h15 de domingo

"Como é da história desta competição, a próxima final da Taça de Portugal voltará a merecer o epÍteto de Festa do Povo". É desta forma que começa o texto assinado por Pinto da Costa e que faz parte da revista da final da Taça de Portugal, que este domingo, a partir das 17h15, opõe FC Porto a Tondela.

Aproveitando o facto das duas equipas representarem as regiões do Norte e Centro de Portugal, o presidente portista aproveita para abordar a descentralização e a regionalização. "Todo um programa, se atendermos ao momento político que o País vive em que o processo de descentralização e, no curto prazo, a própria regionalização são cabeças de cartaz das novas promessas políticas", pode ler-se

"É neste contexto particular que esta é uma final das regiões. Entendidas estas não como mais uma nomenclatura política decalcada da administração pública do poder central, mas uma nova geração de poder autárquico, mais solidário por mais profundo conhecimento de realidades próximas e mais eficiente por agregação das virtualidades que já são hoje, reconhecidamente, um património do poder local", refere ainda Pinto da Costa.

"Por ser uma final das regiões, no caso a do Norte e do Centro, nas bancadas do Estádio do Jamor estarão certamente muitos dos portugueses para quem o amor ao futebol, aos seus clubes, representa não apenas mais um sacrifício entre aqueles que decorrem da guerra que vivemos na Europa, mas o sacrifício de sempre por viverem em geografias onde o trabalho e o investimento têm um valor diminuído pelo simples facto de estarem mais longe dos poderes de decisão", finaliza.