Pinto da Costa: "Casillas será sempre um de nós e é um tripeiro"

Pinto da Costa: "Casillas será sempre um de nós e é um tripeiro"
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Pinto da Costa mostra-se orgulhoso em O JOGO por ter tido o espanhol no clube e pelo facto de este se ter apaixonado pela Invicta

Iker Casillas despediu-se esta terça-feira oficialmente do futebol, depois de ter levantado um troféu pela última vez no sábado, na final da Taça de Portugal, um ato que Pinto da Costa descreve, em declarações a O JOGO, como "simbólico".

"Foi para mostrar ao Casillas, que não precisava disso, mas para que toda a gente saiba que para nós, mesmo partindo e tendo deixado de jogar, o Casillas será sempre um dos nossos. É um referência mundial, não apenas de Espanha, uma referência do futebol mundial e nós temos muito orgulho de o termos tido como atleta estes anos, de ter sido campeão pelo FC Porto há dois anos e de saber que ele continua sentimentalmente ligado ao FC Porto. Tanto que veio expressamente [para a final da Taça de Portugal], até fez o teste à Covid-19 para poder estar presente para apoiar a equipa. Teve esse significado e eu achei muito bem, pois demonstra não só o que o Casillas representa para o FC Porto, como para toda a gente do FC Porto, inclusivamente o treinador e os jogadores", refere.

Na hora da despedida do ícone espanhol, o presidente do FC Porto lembra ainda a ligação afetiva que Iker estabeleceu com a Invicta. "Para se apaixonar pela cidade do Porto, é preciso conhecê-la e vivê-la. O Casillas chegou aqui, integrou-se, viveu a cidade do Porto e apaixonou-se por ela. E a cidade retribuiu-lhe com grande carinho, considerando-o um dos seus. É um tripeiro", conclui.