Otávio recorda final perdida: "O Óliver, que nunca dá um balão na vida, faz penálti"

Otávio recorda final perdida: "O Óliver, que nunca dá um balão na vida, faz penálti"

Otávio fez a antevisão ao jogo da meia-final da Taça da Liga com o Vitória de Guimarães e falou daquilo que o caracteriza como jogador e do porquê da escolha do número 25. O médio do FC Porto abordou ainda a final perdida com o Sporting na época passada.

Expectativas: "São as maiores. Queremos conquistar a Taça da Liga, um título que o FC Porto ainda não tem. Vai ser um jogo bonito, um jogo difícil, mas espero que possamos fazer um jogo melhor do que o Vitória e passemos
à final."

Como chegaste a este nível?: "Costumo dizer que é o trabalho que faço. Mudei muitas coisas na minha vida. Antes era desligado, queria treinar e ir logo para casa. Agora sou dos primeiros a chegar e estou a fazer o meu trabalho. Há muita coisa pela frente ainda este ano."

Número 25: "No Vitória de Guimarães joguei com o 52. Depois, no FC Porto, o Nuno Espírito Santo tinha o 25 e deu-mo. Eu gostei do número e fiquei com ele. Ficar com o 10? Não, esse eu deixo para os craques. Prefiro ficar com o 25."

Objetivos: "Queremos ganhar tudo. Entramos sempre no campeonato para ganhar, estamos em todas as competições. Temos muito trabalho pela frente e queremos ganhar a Taça da Liga."

Jogador com mais partidas pelo FC Porto: "Sim, tenho mais um jogo que o Corona. Eu quero é estar bem e jogar sempre."

Melhor característica: "Aprendi muito taticamente. Tento estar em todos os lances. Às vezes, sem bola, fazes um movimento que ajuda o teu colega a receber a bola e isso às vezes não é visto. Não sou nenhum craque, mas faço o meu trabalho e acho que é bem feito. Tento dar o meu melhor e há gente que reconhece isso. Não vou mudar a minha forma de ser."

Última edição da Taça da Liga: "É sempre bom ganhar um campeonato já em janeiro, dá moral para o resto do ano. É isso que queremos conquistar. No ano passado estávamos com a mão na Taça, mas depois o Óliver, que nunca dá um balão na vida, vai dar naquele último lance quando estávamos a ganhar... coloca o pé e dá penálti. Depois acabamos por perder."

Adeptos: "Temos sempre o apoio deles, não podemos falar. Em Braga também vamos ter e vamos dar o máximo para conquistar a Taça para eles."

DECLARAÇÕES AO CANAL OFICIAL DA LIGA